Aba 1








BLOG DE NOTÍCIAS

Postado em 17 de Maio de 2017 às 09h21

Telhado solar da Tesla já está à venda

Negócios (7)Tecnologia (15)Notícia (11)

Com nova investida, a Tesla unifica três grandes ambições: combinar energia solar, baterias e carros elétricos

A Tesla, além de carros autônomos, também vai vender telhas para casas. Exatamente: a ideia é levar aos consumidores uma opção 'eco-friendly' que vai economizar a energia gasta dentro de casa. Desenvolvida com células de energia solar, as telhas estão disponíveis para pré-encomenda em várias texturas diferentes

Em sua missão para acelerar a transição do mundo rumo a um futuro de energia mais sustentável, a Tesla anunciou que já começou a receber os primeiros pedidos para seus telhados solares, apresentados pela primeira vez ao mercado em outubro de 2016. Diferentemente das instalações fotovoltaicas comuns, usadas em algumas casas para captar energia solar, o Solar Roof possui um design que se mescla à residência, como uma telha tradicional de barro ou ardósia. Mas, apesar do visual semelhante, o telhado da Tesla é feito de vidro temperado e texturizado.

"O Solar Roof complementa a arquitetura da sua casa enquanto transforma a luz solar em eletricidade. Com uma bateria Powerwall integrada, a energia coletada durante o dia é armazenada e disponibilizada a qualquer momento, efetivamente transformando sua casa em um utilitário pessoal", diz a Tesla na página de venda. "As telhas de vidro solar são tão duráveis que são vão durar toda a vida da sua casa, ou infinitamente, o que vier primeiro".

A durabilidade das telhas, aliás, é um ponto de destaque, segundo a Tesla. Feitas com vidro temperado, as Solar Roofs "são até três vezes mais resistentes que as telhas comuns", nota a empresa.

O produto inicialmente só estará disponível para os moradores dos Estados Unidos. Mas a Tesla espera expandir para outros países, a partir de 2018, de acordo com a demanda. Segundo cálculos do site Verge, instalar um telhado solar da Tesla com 185 metros quadrados em uma casa em Nova York, descontando impostos e outras despesas, deverá custar cerca de 50 mil dólares e gerar economia da ordem de 64 mil dólares em 30 anos.




Fontes: Exame.com; Tecmundo

Cadastre seu e-mail para receber novidades e baixar um e-book (GRÁTIS)

Nome
E-mail
Resolva :

Veja também

Google usará energia renovável em operações no mundo todo em 201717/01/17 A companhia espera que a compra de energia eólica e solar será suficiente para atender aos centros de processamento de dados e escritórios da empresa São Paulo – O Google, da Alphabet, está a caminho de contratar energia renovável suficiente para suprir todo seu consumo global de eletricidade no próximo ano, informou a empresa nesta......

Voltar para Blog