Aba 1








BLOG DE NOTÍCIAS

Postado em 06 de Março de 2017 às 09h09

Celular Solar

Tecnologia (15)Notícia (11)

Nova tecnologia no LED utilizado nas telas de smartphones e outros aparelhos móveis promete usar a luz do sol para alimentar os aparelhos, criando assim um celular solar que irá acabar com o maior problema enfrentado pelos usuários: a falta de bateria.

Desde uma simples ligação telefônica até o acesso à redes sociais e ao Internet banking, os celulares já se tornaram parte da vida da grande maioria das pessoas que precisam estar sempre conectadas. No entanto, exatamente por estarmos a todo momento utilizando esses aparelhos, um dos problemas que mais enfrentamos, é a duração das baterias. Quem nunca, em um momento de grande necessidade, já não foi surpreendido com um celular sem carga?

Esse sofrimento, no entanto, parece que está com os dias contados. Pesquisadores da Universidade de Illinois, nos EUA, divulgaram na revista americana Science da semana passada uma nova tecnologia que possibilitará a criação de um celular Solar, assim como outros dispositivos móveis, como tablets e notebooks, por exemplo.

A tecnologia por trás do celular solar

De acordo com Nuri Oh, um dos cientistas envolvidos no projeto, a tecnologia apresentada que irá permitir a criação desse celular solar está baseada em um novo modelo de LED (Light Emitting Diode, ou Diodo Emissor de Luz, em português), que não somente emite, mas também capta sinais de luz, o que possibilita a captação da luz do sol para geração elétrica.

De acordo com o cientista, o novo material absorve a luz e gera uma fotocorrente de energia, a qual seria então acumulada e utilizada para carregar a bateria do aparelho. “Seu dispositivo pode ser carregado por uma simples exposição à luz solar. Não será mais necessário conectar o aparelho a um fio elétrico. Os pixels do display do LED poderão capturar e armazenar energia Solar”, comentou ele.

Além dessa inovadora e incrível funcionalidade, os pesquisadores alegaram ainda que o novo modelo de LED terá também a capacidade de se ajustar automaticamente à luz do ambiente, ou seja, não será mais preciso aumentar manualmente o brilho da tela ao sair de um lugar escuro para um mais claro (ou vice-versa), pois a nova tecnologia possibilitará que a tela faça isso de maneira automática.

Os cientistas se dizem muito animados com o invento, alegando que o novo modelo de LED deverá substituir os atuais não somente pelas novas funcionalidades, mas também por apresentar uma tecnologia aprimorada e mais barata. “Além disso, podemos fabricar o dispositivo por um processo de produção mais barato. Acredito que essa inovação estará no mercado em 5 anos”, completa Nuri Oh.


 

Fontes de Informação: Veja – Fonte /  Bluesol - Fonte

Veja também

Mais que carros: Mercedes-Benz e Vivint vão lançar baterias para casas06/06/17A Mercedes-Benz está seguindo os passos da Tesla A Mercedes-Benz resolveu seguir o mesmo caminho da Tesla e expandir sua atuação com produtos voltados para armazenamento de energia. Em parceria com a Vivint, especializada em projetos de captação de energia solar, a montadora alemã lançou a Energy, sua própria bateria para armazenamento em sistemas de energia domiciliar. A tecnologia empregada na Energy foi......
ALEMANHA SE TORNOU LÍDER EM ENERGIA SOLAR PER CAPITA27/06/17Atualmente o País detém 13,4% das placas fotovoltaicas em operação no mundo totalizando 41.2GWp. A população mundial vem passando por diversas mudanças e incertezas no que se refere ao futuro da energia. Dentro desse contexto, o uso da energia renovável tem se expandido, e a energia solar se apresenta como uma excelente......

Voltar para Blog