Aba 1








BLOG DE NOTÍCIAS

Postado em 04 de Abril de 2017 às 09h00

Bandeira tarifária será vermelha em abril; cobrança extra é de R$ 3 a cada 100 kWh

Notícia (11)Brasil (5)Social (8)Economia (7)

Anúncio foi feito pela Aneel. Bandeira vermelha indica alta no custo de geração de energia no país, devido à falta de chuvas.

A agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) divulgou nesta sexta-feira (31) que a bandeira tarifária de abril será vermelha, isso implica em uma cobrança extra de R$ 3 a cada 100 quiloWatts-hora (kWh) consumidos.

É a primeira vez desde fevereiro de 2016 que a bandeira vermelha é acionada. Ao longo do mês de março, vigorou a bandeira amarela (cobrança extra de R$ 2 para cada 100 kWh consumidos). Em fevereiro, ela estava na cor verde (sem cobrança extra).

A evolução das cores da bandeira tarifária indica que o custo de produção de energia no país aumentou nos últimos meses. Isso está relacionado com a chuva abaixo do previsto, o que acaba reduzindo o armazenamento nos reservatórios das hidrelétricas ou fazendo com que esse armazenamento suba menos que o esperado.

Quando isso acontece, aumenta a necessidade de uso de energia gerada por termelétricas, que é mais cara que a das hidrelétricas. Por isso, sobe a cobrança extra da bandeira nas contas de luz.

De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), os reservatórios das hidrelétricas instaladas no Sudeste e Centro-Oeste, que concentram 70% da capacidade de produção de energia do país, tinham armazenamento médio de 33,72% no fim de dezembro de 2016.

Esse índice subiu para 40,23% ao final de fevereiro e, na quinta-feira (30), dado mais recente disponível, estava em 41,51%. Ao final de março de 2016, o armazenamento médio nesses reservatórios era de 58,27%.

A bandeira ficar verde quando há pouca ou nenhuma necessidade de geração de energia por termelétricas. Se essa necessidade aumenta um pouco, a bandeira fica amarela, e passam a ser cobrados R$ 2 dos consumidores a cada 100 kWh consumidos.

Quando o custo sobe muito, a bandeira, então, fica na cor vermelha e pode variar entre dois patamares. A cobrança extra nas contas de luz varia de R$ 3 a R$ 3,50 para cada 100 kWh usados.

 

 

Fonte de informações: G1.com

Cadastre seu e-mail para receber novidades e baixar um e-book (GRÁTIS)

Nome
E-mail
Resolva :

Veja também

PLACA SOLAR SOB A PELE PODE FUNCIONAR COMO BATERIA PARA MARCA-PASSOS17/05/17Como Funciona? Pesquisadores da Universidade de Berna, na Suíça, divulgaram recentemente um estudo que pode revolucionar a vida de quem precisa carregar implantes eletrônicos, como o marca-passos. Para quem não sabe, um dos dramas das pessoas que utilizam esses aparelhos é que, de tempos em tempos, são necessárias cirurgias para troca e remoção de baterias. Dessa......
Como se tornar um pequeno produtor de energia27/06/17Entenda como os sistemas de geração distribuída podem ser benéficos para a economia e o meio ambiente Uma pesquisa da consultoria Accenture aponta que oito em cada dez brasileiros têm interesse em produzir a própria eletricidade de forma autossuficiente. Isso significa que 80% da população gostaria de se ver livre do modelo......
Isenção de ICMS Sobre Energia Solar Passa a Valer Também em Santa Catarina29/05/18Três anos após a sua criação pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (CONFAZ), o convênio ICMS 16 de 2015 finalmente passa a ter validade também no estado Santa Catarina era um dos três últimos estados do país que ainda estavam fora desse convênio de isenção do ICMS sobre a energia gerada pelo consumidor e sua adesão foi oficializada por meio do Convênio ICMS......

Voltar para Blog