Aba 1








BLOG DE NOTÍCIAS

Postado em 10 de Abril de 2017 às 12h25

Banco do Brasil lança linha de financiamento para energia solar no meio rural

Negócios (7)Social (8)Economia (7)

BB Agro Energia espera liberar R$ 2,5 bilhões e vai beneficiar pessoas físicas, jurídicas e cooperativas

O Banco do Brasil lançou o BB Agro Energia, um novo programa de linhas de financiamento voltado para o uso de energia renováveis no meio rural, tanto para pessoas físicas, jurídicas e cooperativas. A estimativa é que ela libere R$ 2,5 bilhões em 2017. O programa vai possibilitar a instalação de placas fotovoltaicas, aerogeradores ou biodigestores nos terrenos de modo a reduzir os custos de produção, transformá-los em autoprodutores, transferência de tecnologia ao campo e ampliação dos negócios com o setor agropecuário.


As linhas que englobam o programa são as seguintes: FCO Rural, Inovagro, Investe Agro e Pronamp, para a agricultura empresarial; Pronaf Eco, para a agricultura familiar; e Pronaf Agroindústria e Prodecoop, para cooperativas agropecuárias. As taxas variam de 2,5% até 12,75% ao ano e o prazo médio de 10 anos. O financiamento pode ir até 100% do projeto.


De acordo com o presidente executivo da Associação Brasileira de Energia Solar e Fotovoltaica, Rodrigo Sauaia, o programa representa uma evolução para o financiamento da fonte, uma vez que o BB Agro Energia é completamente direcionado para o setor agrícola, além de ser uma ação coordenada. "O programa tem abrangência nacional, agora o foco é o agronegócio brasileiro. Isso é muito sinérgico", afirma. O aspecto da sustentabilidade no campo também foi elogiado pelo presidente da associação. Ele também lembrou que A Absolar vem há dois anos debatendo com banco a implantação de linhas de crédito para o setor. A associação também atua junto ao banco para a abertura de uma linha de financiamento para consumidores na área urbana.


Áreas como suinocultura e avicultura, que tem consumo de energia bastante elevado poderão se beneficiar das linhas. Para obter o financiamento, é necessário que os projetos devam ter até 1 MW. O financiamento também poderá comtemplar equipamentos que vão atuar de forma isolada em uma propriedade, não precisando estar conectado à rede.

 

 

Fonte de informações: Canal Energia

Cadastre seu e-mail para receber novidades e baixar um e-book (GRÁTIS)

Nome
E-mail
Resolva :

Veja também

Mais de 70% dos brasileiros têm interesse em gerar energia solar21/03/17 Os frequentes aumentos no preço da energia elétrica, nos últimos dois anos, levaram os brasileiros a se interessar por outros tipos de energia, especialmente a solar. O setor registrou um crescimento de 300% em 2016 em relação a 2015 e continua a toda potência no início deste ano. Uma recente pesquisa encomendada pela Ong Greenpeace ao Datafolha mostrou que 80% dos......
Painéis solares impressos podem ser a solução para carregar seu celular03/07/17Feita de um material barato e mais fina do que um fio de cabelo, essa tecnologia de painéis solares pode ser usada em praticamente qualquer lugar   Quem nunca desejou que seu smartphone fosse capaz de se recarregar sozinho? Pois bem, o fato é que o pesquisador Artur Kupczunas, co-fundador da empresa Saule Technologies, pode trazer uma resposta para isso. A solução?......

Voltar para Blog